BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Entretenimento Música & Cultura Sósia de Ozzy já ficou mais de três horas tirando fotos com fãs do cantor

Sósia de Ozzy já ficou mais de três horas tirando fotos com fãs do cantor

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

ozzy sosia

Artista de Bauru (à direita) já aproveitou a semelhança com o cantor Ozzy (Foto: Divulgação (foto Ozzy)/ Fotos: Renata Marconi/ G1)

Do G1 - O rockeiro de Bauru (SP) Luiz Fernando Izar, de 60 anos, não pretendia ser o sósia do ex-vocalista do Black Sabbath, mas a semelhança com Ozzy Osbourne gerou até mesmo o nome pelo qual é conhecido artisticamente - FerOzzy Cohen. Nesta segunda-feira (13) é comemorado o Dia Mundial do Rock e o G1 conversou com o cantor e compositor que a semelhança e o estilo já provocaram a euforia de muitos fãs. “Fiquei três horas e meia para chegar até o meu lugar no show do Black Sabbath. As pessoas me paravam para tirar foto, mesmo sabendo que eu não era o Ozzy”, lembra o cantor que também já deu autógrafos simplesmente por ser parecido com o ídolo.

rock 2Além de ser uma homenagem a semelhança com o cantor Ozzy, o nome FerOzzy Cohen também relaciona o artista a sua mensagem principal, que é a paz. “Todos me chamavam de Fer e eu pareço o Ozzy, ai acabou ficando FerOzzy. Cohen significa o sacerdote da paz”, conta o rockeiro.

O lema do rock de “Sexo, drogas e rock´n´roll” não é o mesmo do cantor, que afirma nunca ter precisado de nenhum tipo de drogas para se divertir. “Nunca precisei de drogas ou álcool para ser rock´n´roll. Meu aditivo é a música. Vícios são decorrentes do desespero de quem é impedido de realizar seus sonhos. Eu não preciso disso para estar alegre”, afirma.
Para o cantor, que veste roupas pretas, capa, anéis, colares o tempo todo, ser rockeiro é uma maneira de ser. Ele deixa de lado o jeito de "menino mau" que muitos rockeiros parecem ter, apenas para levar a paz. Para o rock, preto é um sinal de protesto contra o que vai contra o bem-estar dos vivos, sejam os humanos ou animais. “Rock é paz e amor, é contra guerras familiares, de vizinhos, de tudo."
A paz também foi um dos quesitos para o cantor escolher um dos seus maiores ídolos, que é o cantor Jonh Lennon. FerOzzy chegou a fazer uma música em homenagem a ele quando o ex- beatle foi assassinado. “Escrevi a música porque tinha ficado muito triste e precisava me desfazer da angústia. Ele era uma pessoa que só queria propagar a paz, ele era um símbolo da paz, comprou a briga de não participar de guerras”, lembra.
Além do estilo, para FerOzzy o rock lembra também o respeito ao semelhante. “O crânio que a gente usa pode ter sido de qualquer raça, que é seu próximo. Afinal o rock aglutina todas as raças e todos amam o rock.”

rock“Não existe mais romântico”
FerOzzy afirma que não há estilo de música mais romântico que o rock´n´roll. “É o braço do blues, é o sentimento vivo. Rockeiro é o ser mais romântico que existe.” E a esposa do cantor, Anna Vona, de 34 anos, concorda e diz que aproveita todo o romantismo do marido para ouvir o rock e namorar.
Juntos há 10 anos, FerOzzy lembra que Anna não era fã de rock, mas que mudou ao conhecer a "filosofia" do rock. “Ele foi me mostrando músicas, nunca me obrigou a ouvir rock. E eu gostei”, conta Anna, que aderiu ao estilo rock´n´roll depois que o conheceu.


Viver de rock
FerOzzy nasceu em uma fazenda em Macatuba, já trabalhou como agricultor, cunicultor e tem contato com a música desde 1968, mas vive dela desde 2004. Ele já teve várias bandas no estilo rock romântico, mas agora tem músicos que o acompanham. Na música, FerOzzy fala sobre aborto, falta de segurança, amor, vida, mentiras, ilusão, lei do retorno. E apesar da semelhança com Ozzy, ele não é um cover do cantor.

O músico tem certeza que o rock é um estilo eterno. “O rock é permanente até o final dos tempos, é clássico. Vai ficar marcado pela história existente. O que é bom fica. Enquanto o mundo existir, haverá rock´n´roll. Enquanto existir motoqueiros, o rock vai existir”, brinca.

Neste dia do rock, o cantor vai fazer o que sempre faz, ouvir muito rock´n´roll. “Para quem gosta da música, todo dia é dia de rock, mas como convenção tem que ter um dia para lembrar dos ídolos como o grande Raul dos Santos Seixas, Erasmo Carlos, Casa das Máquinas, O Terço, Pholhas”, afirma FerOzzy.

 

rock 3

 

Do G1- Renata Marconi (Bauru-Marília)

 

 

 

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos