BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Agrícolas Sistema de previsão de podridão floral indica alto risco de ocorrência da doença em diferentes regiões de São Paulo

Sistema de previsão de podridão floral indica alto risco de ocorrência da doença em diferentes regiões de São Paulo

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

fund

Com as chuvas que se iniciaram nesta semana em alguns municípios do estado de São Paulo, o sistema online de previsão de podridão floral, do Fundecitrus, indicou risco alto (índice maior que 20%) de ocorrência da doença nos municípios de Adolfo, Angatuba, Avaré, Capão Bonito, Duartina, Iaras, Itapeva, Piracicaba, Santa Cruz do Rio Pardo e Taquarituba. Nessas regiões, a recomendação é que todos os pomares com flores estejam protegidos. Nas demais áreas, que incluem Matão, Mogi Guaçu, Onda Verde, Santa Rita do Passa Quatro e Prata/MG a condição ainda não é favorável para a ocorrência da doença (índice inferior a 15%) e nenhuma medida de controle se faz necessária. Veja tabela abaixo.

Data 16/08/2017 - Quarta-feira

Estação

Índice de PFC (%) às 10h


Adolfo

35,87


Angatuba

29,64


Avaré

30,93


Capão Bonito

26,14


Duartina

31,87


Iaras

32,45


Itapeva

26,76


Matão

9,5


Mogi Guaçu

13,24


Onda Verde

0


Piracicaba

31,18


Prata

0


Santa Cruz do Rio Pardo

32,02


Santa Rita Passa Quatro

5,82


Taquarituba

26,61

 

Sem risco (<15%)

14

14

Risco Moderado (≥15%)

15

15

Risco alto (≥20%)

20

20

Risco extremo (≥50%)

50

50

As chuvas podem se estender até o próximo domingo nas regiões mais ao Sul, Centro e Leste do estado de São Paulo e os citricultores devem estar atentos aos riscos de ocorrência da doença.

O sistema online de previsão informa os riscos de podridão floral com base em dados de temperatura e molhamento que estimam a germinação de esporos do fungo. Vale ressaltar que, esses riscos são calculados para os locais onde estão instaladas as estações meteorológicas nos respectivos municípios. O sistema está disponível gratuitamente, mas para usar o mesmo é recomendável que o citricultor possua uma estação meteorológica em sua propriedade ou esteja próximo de até cinco quilômetros de alguma estação já existente no sistema.

Os produtores cadastrados no programa recebem avisos por mensagens de celular ou e-mail sobre os riscos de ocorrência da doença e a indicação de pulverização. O programa está disponível no link (http://pfc.ensoag.com/). Para acesso ao sistema, o citricultor deve solicitar um login e uma senha na aba contato do sistema ou pelo e-mail ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ). O tutorial que explica o funcionamento do sistema está disponível no Canal do Youtube do Fundecitrus (https://youtu.be/8Q5fBlf6Clo). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 112155.

(Assessoria Fundecitrus)

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos