BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Brasil e Mundo Polícia Turca prende 8 suspeitos de atentado que matou 39 em boate

Loca lead

Polícia Turca prende 8 suspeitos de atentado que matou 39 em boate

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

turkey-attack-fran

Médicos e oficiais de segurança são vistos do lado de fora do Reina, após ataque na madrugada de ano novo, em Istambul (Foto: IHA via AP)

A Polícia turca prendeu nesta segunda-feira (2) oito pessoas por suposta ligação com o ataque terrorista na boate Reina, em Istambul, no qual morreram 39 pessoas, segundo as autoridades turcas. O atentado foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI).


Até o momento, não foram revelados mais detalhes sobre as pessoas detidas.

De acordo com as agências EFE e France Press, 11 vítimas são turcas, 24 de outros países e 4 corpos ainda não foram identificados. O clube Reina é um dos mais populares de Istambul, contando também com uma área de bar e restaurante.

Os tiros começaram por volta da 1h30 da madrugada de domingo na Turquia (20h30 de sábado em Brasília), quando havia cerca de 700 de pessoas no estabelecimento.

O local do ataque
A boate Reina é uma famosa casa noturna de Istambul, localizada em Ortaköy, um bairro do distrito de Besiktas, no lado europeu da cidade, frequentada por jovens ricos, famosos e turistas estrangeiros.

Além de pagar preços elevados, os clientes ainda devem superar um duro filtro na entrada do local. As noites começam geralmente após a meia-noite nesta casa noturna, que possui vários restaurantes e pistas de dança, além de um bar central.

Trata-se de um lugar seleto, situado a poucas centenas de metros do espaço onde ocorriam as principais celebrações do Ano Novo, às margens do Bósforo. A casa noturna inaugurada em 2002 também é acessível por barco diretamente a partir do estreito.]

Arma
O terrorista responsável pelo ataque deixou sua arma no local. Em entrevista no domingo, o primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, desmentiu que o agressor estava vestido de Papai Noel.
"Há relatos de que o terrorista estava vestido de Papai Noel. Isto não é correto", declarou o primeiro-ministro.

"É um terrorista como já os conhecemos. Disparou contra o policial que estava na porta, entrou, metralhou e matou pessoas inocentes. Então deixou o arma e abandonou o lugar durante o caos", relatou o chefe de governo turco.

Vítimas
Entre as 39 vítimas do atentado contra a boate de Istambul há muitos cidadãos estrangeiros, principalmente de países árabes.
- Arábia Saudita - O consulado de Riad em Istambul informou que há várias vítimas sauditas, mas não divulgou números.
O jornal saudita Asharq Al Awsat fala de cinco mortos e 11 feridos, enquanto a televisão Al Arabiya mencionava cinco mortos e nove feridos.
- Bélgica - Um jovem de cerca de 20 anos com dupla nacionalidade belga e turca morreu no ataque, anunciou o ministro belga de Relações Exteriores, Didier Reynders.
- Canadá - O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, informou que uma cidadã de seu país morreu no atentado.
- França - Uma francesa, que também tinha passaporte tunisiano, está entre as vítimas. Além disso, quatro franceses ficaram feridos, segundo a secretária encarregada de ajuda às vítimas, Juliette Méadel.
- Índia - Dois indianos também morreram, informou pelo Twitter a ministra das Relações Exteriores indiana, Sushma Swaraj. Eram eles Abis Rizvi, filho de um ex-deputado indiano, e uma mulher, chamada Khushi Shah.
- Iraque - Três iraquianos morreram, segundo o ministério iraquiano das Relações Exteriores.
- Israel - Uma jovem árabe-israelense chamada Lian Nasser, de 18, morreu. Uma amiga dela ficou ferida, segundo a chancelaria israelense.
- Jordânia - Três jordanianos foram mortos e quatro ficaram feridos, segundo o ministério jordaniano das Relações Exteriores, citado pela agência oficial Petra.
- Kuwait - Um kuwaitiano morreu e outros cinco ficaram feridos, segundo o vice-ministro kuwaitiano de Assuntos Estrangeiros, Khaled al-Jarallah, citado pela agência oficial Kuna.
- Líbano - Três libaneses foram mortos e quatro ficaram feridos, informou o ministério libanês de Assuntos Estrangeiros.
- Líbia - Um líbio morreu e outros três ficaram feridos, segundo a chancelaria líbia.
- Marrocos - Dois marroquinos morreram e quatro ficaram feridos, segundo um comunicado do ministério das Relações Exteriores do Marrocos.
- Tunísia - Um tunisiano e uma franco-tunisiana morreram: trata-se de um empresário e da esposa dele, segundo meios de comunicação da Tunísia. Eles se chamavam Mohamed Azzabi e Senda Nakaam.
O casal deixa órfã uma bebê de cinco meses, indicou o embaixador da França na Tunísia, Olivier Poivre d'Arvor.

atentado

Parentes carregam caixão de Fatih Cakmak, segurança que foi morto no ataque à boate Reina, em Istambul (Foto: Umit Bektas/Reuters)

 

Do G1

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos