BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Brasil e Mundo Crise aumenta a inadimplência entre os microempreendedores da região

Loca lead

Crise aumenta a inadimplência entre os microempreendedores da região

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

crise

Microempreendedores individuais da região (MEIs) estão sentido os efeitos da crise econômica e deixaram de pagar as contribuições de pouco mais de R$ 40 que garantem o recebimento de benefícios. Em Araraquara, por exemplo, 50,8% dos 6.003 MEIs estão inadimplentes.
Em São Carlos, segundo o Portal do Empreendedor, o índice é de 45,91% entre os 7.582 empresários da categoria. Em Araras, a taxa de inadimplência é de 43,84% entre os 2.972 cadastrados; em Rio Claro, chega a 40,87% dos 4.771 MEIs e, em São João da Boa Vista, 35,54% dos microempreendedores individuais não estão em dia.


Segundo Danilo Alves, analista do Sebrae em São Carlos, o pagamento garante diversos benefícios. “O auxílio-doença, a pensão por morte, a aposentadoria facilitada para o MEI e, para as mulheres empreendedoras, a licença-maternidade”, afirmou.


A contribuição também garante documentos como o Número de Inscrição no Registro de Empresas (Nire). “Os pagamentos devem ser realizados todo dia 20 e, quando se atingem 12 meses sem o pagamento e a declaração anual, ele perde registros como o CNPJ, Inscrição Estadual e o Nire. Além disso, perde a certidão negativa, que pode facilitar a aquisição de imóveis e também o crédito bancário”, disse Alves, que deu orientações aos inadimplentes.


“Quem está atrasado deve acessar o Portal do Empreendedor, consultar todas as mensalidades que estão em atraso e também as declarações que não foram realizadas. Nós do Sebrae podemos ajudar fazendo essas consultas e também orientando para efetivar os pagamentos”.

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos