BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Cidades Gerais Com litro a R$ 2,18, Jaboticabal tem etanol mais barato do país, diz ANP

Com litro a R$ 2,18, Jaboticabal tem etanol mais barato do país, diz ANP

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

combustivel

Do G1 - Levantamento realizado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) aponta que Jaboticabal, no interior de São Paulo, tem o etanol mais barato do país. Nos postos da cidade, o preço médio é de R$ 2,18 por litro. Nesta terça-feira (19), porém, motoristas encontravam o combustível por até R$ 1,99 em alguns estabelecimentos.


“Eu parei para pegar uma água gelada e o preço foi convidativo. Então, não teve jeito, enchi o tanque”, disse o zootecnista Gustavo Scrivanti, destacando que horas antes passou por um posto em outra cidade que vendia etanol a R$ 2,60 o litro.

O consultor de agronegócios e professor da USP em Ribeirão Preto (SP) José Carlos de Lima Junior explica que a queda no preço do combustível é uma consequência do início da safra da cana-de-açúcar na região Centro-Sul do país.

Como as usinas precisam liberar o estoque do ano anterior para armazenar a nova produção, o preço tem uma queda mais expressiva no início da safra. “A probabilidade é de queda muito maior para o consumidor nas bombas do que até então”, diz Lima Junior.


Dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP) mostram que há um mês o litro de etanol chegava às distribuidoras paulistas por R$ 1,93, enquanto na última sexta-feira (15) era vendido a R$ 1,36 – queda de 29,5%.

A expectativa de recuperação do setor em 2016 também deve contribuir com o bolso dos motoristas. Segundo a União da Indústria de Cana-de-Açúcar, entre abril do ano passado e março deste ano, as usinas do Centro-Sul comercializaram 29,27 bilhões de litros de etanol, alta de 16,26% em relação ao mesmo período da última safra.

O usineiro Antônio Eduardo Tonielo, conselheiro do Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (Ceise-Br), diz que apesar da valorização do açúcar no mercado externo, a safra que está iniciando deve ser mais destinada à produção de etanol.

"A perspectiva é de aumento de 10% na produção de cana, em relação ao ano passado. Isso por causa das chuvas, choveu muito mais. A região centro-sul é praticamente alcooleira, então a previsão é de 56% direcionado à produção de etanol e 44% ao açúcar", disse.

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos