BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Notícias Itápolis Febre Amarela - Vacinação continua sendo realizada em Itápolis

JKA

Febre Amarela - Vacinação continua sendo realizada em Itápolis

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

23844619 1516067718458790 6642371544929027874 n

A vacina contra a febre amarela é aplicada a partir dos 9 meses de idade nos cidadãos que moram ou viajam para as áreas de risco da doença em todo território nacional. Desde 2009 Itápolis, assim como todos os municípios da Regional de Saúde de Araraquara, foi definido como área de risco para febre amarela. A vacinação, desde então, foi incluída no Calendário Vacinal de Rotina da cidade.


Deve ser dada atenção especial, em relação à vacinação contra a febre amarela, para quem mora em Zona Rural (chácaras, sítios, fazendas) ou quem frequenta ranchos, pesque pague, rios ou que se desloque para qualquer local onde tenha mata. Nas áreas de recomendação para vacinação, a orientação é para que as crianças menores de 9 meses, assim como, qualquer pessoa não vacinada não se exponha em zona rural ou qualquer local de mata. Caso isso ocorra, deve usar roupa de manga comprida, calça comprida e repelente.

Em Itápolis a vacinação contra a febre amarela continua em todas as salas de vacinas do município:
- Centro de Saúde – todos os dias
- UBS Jardim Redenção – segundas e quartas-feiras
- UBS Tapinas – todos os dias

No Brasil, embora não se registrem casos de febre amarela de transmissão urbana desde 1942, a ocorrência recente de casos e surtos da doença transmitida por mosquitos silvestres nas regiões sul, sudeste e centro-oeste, próximo a centros urbanos, determinaram a intensificação da vacinação. Um fato que potencializa a preocupação com a necessidade da vacinação é a abundância do mosquito Aedes aegypti, que pode transmitir a febre amarela, propiciando a reurbanização da doença. A maior parte do território brasileiro é atualmente área de recomendação para vacinação de rotina.

Recentemente na área urbana da cidade de São Paulo, foi confirmada a morte por febre amarela de um macaco no Parque Horto Florestal desencadeando uma grande mobilização das autoridades em saúde para vacinar contra a febre amarela as pessoas que residem ou frequentem o entorno do parque. Na área rural da região de Jundiaí, Itatiba, Campo Limpo e Jarinu foram confirmadas a morte de 83 macacos por febre amarela durante os últimos dois meses.

Considerando todas essas informações, a Vigilância Epidemiológica reforça a importância da vacinação contra a febre amarela para todas as pessoas a partir de 9 meses de idade, lembrando que desde abril de 2017 o Ministério da Saúde orienta dose única contra a doença.

NÃO PODEM TOMAR A VACINA CONTRA A FEBRE AMARELA
- Crianças menores de 9 meses
- Pessoas portadoras de câncer
- Pacientes em quimioterapia e radioterapia
- Transplantados de órgãos sólidos e medula óssea
- Pessoas em uso de corticoide
- Pessoas infectadas pelo vírus HIV
- Pessoas em uso dos seguintes medicamentos: Azatioprima, Ciclofosfamida, Infliximabe, Etanercept, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe e Ritoximabe.
- Pessoas com miastenia gravis
- Pessoas com Timoma ou Timectomia (retirada do Timo)
- Pessoa com Lupus
- Pessoas com Doença de Addison
- Pessoas com artrite reumatoide
- Gestante
- Alergia grave ( choque anafilático) a algum componente da vacina ou ovo
- Mulheres amamentando crianças menores de 6 meses
- Imunodeficiência
- Doenças auto imune

 

Da Assessoria da PM

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias

Novos Vídeos