BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Notícias Itápolis Uma viagem ao continente africano -que não se vê na TV

Uma viagem ao continente africano -que não se vê na TV

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

100 1943

Estudantes Africanos durante palestra em Itápolis  "A África é alegria. Comemoramos do nascimento de uma criança a chuva que cai" 

por Karina Cardili. Fotos João Reis

"Na África só tem miséria?" "Lá os animais andam soltos no meio das pessoas"? . "Essas são perguntas comuns que a maioria das pessoas fazem ao encontrar com africanos. É a visão que a maioria têm da Africa. Um país pobre, doente, em conflito. Mas na verdade o continente Africano é cheio de maravilhas. Seis dos dez países que mais crescem estão na Africa. Temos ótimas universidades, Inovaçãos tecnológicas que são exportadas para todo o mundo, maravilhas inigualáveis..."; conta o estudante africano Emmanuel Pinto Monteiro, membro do grupo Gepua (Grupo de Estudo e Pesquisa “União Africana” da Unesp de Araraquara), que na noite de sábado esteve em Itápolis desmistificante seu continente.

O evento, realizado na sede do Rotary Club e organizado pelos itapolitanos Jeferson Lopes, que cursa Artes Visuais na Unesp de Bauru e Juan Orellana, 21, estudante de Relações Internacionais da Unesp com apoio do grupo Gepua, Rotary Club e da prefeitura de Itápolis, teve como objetivo mudar o conceito que grande parte das pessoas têm da Africa. "Meu foco de estudos é a Africa, pela sua complexidade. Na universidade, pude conhecer esses intercambistas maravilhosos, que fazem palestras com o intuito de mostrar o lado escondido da África e felizmente, consegui trazê-los para Itápolis, para que as pessoas conheçam a verdadeira Africa e não somente o que vêem nos noticiários".

Emannuel disse que "Como em todo lugar, na Africa tem pobreza e tem riqueza. Tem lugares feios e outros maravilhosos. E é esse o nosso objetivo. Fazer com que as pessoas conheçam a verdadeira Africa, suas belezas e comecem a pensar nela como uma opção de intercâmbio, de passeio turístico...." 

Os visitantes também puderam ter o privilégio de ver de perto peças e roupas africanas que foram expostas no Salão do Rotary para o evento. Confira galeria de fotos!

 

100 1969

A presidente da Câmara, Edmércia Michelleti Diniz, que esteve presente ao evento, disse que a noite foi realmente de conhecimento. "Só temos a agradecer a vocês, organizadores e palestrantes, que nos proporcionaram essa noite tão significativa de aprendizagem e cultura".

O secretário de cultural Sergio Covizzi recebeu livros dos intercambistas e disse que, a partir de segunda-feira, os mesmos estarão a disposição do público na biblioteca municipal.

Para a estudante Larissa Anacleto, 17, a noite foi de muito aprendizado. "Realmente a gente acha que na Africa só tem miséria, mas hoje aprendemos que é como qualquer país, tem seu lado bom e ruim. Tem países riquíssimos e lugares lindos".

100 1829

100 1826

Como o GEPUA atua

Fundado em 2007, pelo jornalista Jose Carlos Ernesto e pela Profª Drª Ana Lucia Pereira da Universidade Federal de Tocantins, o GEPUA tem como objetivo central fortalecer os vínculos de reflexão e difusão de conhecimento a cerca da realidade Africana. 

100 1857

Anualmente, o grupo realiza eventos acadêmicos e culturais, tais como a Semana Acadêmica Africana da Unesp – Araraquara; festa cultural africana e exposições culturais em instituições de ensino, instituições públicas e privadas, com o objetivo de alcançar a sociedade em geral.

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos