BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Policial BONFIM PAULISTA: Jovem de 17 anos é morto a tiros após suposta confusão em supermercado

Loca lead

BONFIM PAULISTA: Jovem de 17 anos é morto a tiros após suposta confusão em supermercado

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

morto

Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros após se envolver em uma briga em Bonfim Paulista, distrito de Ribeirão Preto. De acordo com a Polícia Civil, o estudante Gabriel Paganini lutava com um homem, quando um rapaz de 18 anos atirou várias vezes contra o jovem. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O corpo de Gabriel foi enterrado neste domingo (26) no Cemitério Municipal de Cravinhos.

Testemunhas informaram que a confusão envolvendo dois grupos teve início na tarde de sábado (25) em um supermercado. Em seguida, o suposto atirador usou uma rede social para postar uma ameaça contra Gabriel.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, por volta das 20h, a Polícia Militar foi chamada à Rua Coronel José da Silva onde estaria acontecendo uma briga de casal, mas ao chegar ao local, a equipe acabou se deparando com o ataque ao jovem.

Os policiais viram quando Gabriel correu pela rua e passou a ser perseguido por um rapaz armado com um revólver calibre 22 e que efetuou vários disparos em sua direção. Após os tiros, o suspeito percebeu a presença da PM e tentou fugir, mas foi preso durante um cerco policial.

Um terceiro jovem foi detido e contou à polícia que lutava com Gabriel quando o atirador se aproximou e começou a fazer as ameaças. Ele afirmou que a agressão foi motivada por um desentendimento entre os jovens no período da tarde. A polícia não esclareceu o que teria começado a briga.

Gabriel chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) em Ribeirão Preto, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O atirador foi preso em flagrante, encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão Preto e responderá pelo crime de homicídio. O outro jovem envolvido no caso foi liberado.

A tia de Gabriel, Sueli Aparecida Calligioni, disse que a família está arrasada com a morte do adolescente. "A gente precisa saber se existe mais alguém e o por quê disso, pois tirar uma vida não se faz. Se teve uma briga, se aconteceu uma coisa, resolve, mas tirar uma vida, ninguém tem direito." (EPTV)

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Novos Vídeos