BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Policial

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Trapezista ferido por eletricista de circo em Bauru recebe alta do hospital

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

circo

O trapezista de um circo que está instalado na Rua Henrique Savi, em Bauru, e foi esfaqueado após a apresentação da última sexta-feira (29) recebeu alta nesta terça-feira (3).

O suspeito de esfaquear o artista é eletricista do circo e também cunhado da vítima. Ele foi preso logo após o crime por tentativa de homicídio. Cleybson Bezerra Pereira foi atingido por uma facada no abdômen durante uma discussão com cunhado William Felício Sirelli foi preso em flagrante suspeito do crime.

A briga teria acontecido após o sumiço de uma ferramenta que é usada por todos no circo. Segundo a mulher do trapezista, Alana Souza Girão, o suspeito acusou Cleybson de ser o responsável pelo sumiço do equipamento e os dois acabaram discutindo após a apresentação.

A vítima passou por uma cirurgia no Hospital de Base e agora o trapezista deve ficar afastado do trabalho.

“Ainda não sabemos quanto tempo, mas acredito que uns dois meses, porque foram 17 pontos e uma cirurgia delicada e como o trabalho exige força, ele vai ter que ficar afastado”, explica Alan, que é bailarina no circo.

Preso no estacionamento

Após a apresentação de sexta-feira, o suspeito relatou à polícia que foi apagar as luzes e fechar a carreta da lanchonete do circo e que estava de costas quando o trapezista chegou e começou a agredi-lo.

Segundo Alana, o trapezista foi apenas conversar com William, quando os dois começaram a discutir e a se agredir com socos. Ela disse ainda que o eletricista tinha planejado o golpe e já estava com a faca nas mãos quando os dois começaram a brigar.

A polícia foi acionada e o trapezista foi levado para o hospital. William foi encontrado pelos policiais no estacionamento de um hipermercado próximo ao local onde o circo está instalado.

De acordo com a polícia, ele estava com a camiseta do circo colocada do avesso, para dificultar a identificação. Ainda segundo as investigações, o suspeito já era procurado pela Justiça por não pagar pensão. Ele foi preso em flagrante e teve a prisão convertida em preventiva, após audiência de custódia. (G1)

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias

Novos Vídeos