BLUE GREY RED
YOU ARE HERE Home Notícias Notícias Itápolis Aumentam casos de dengue confirmados em Itápolis

JKA

Aumentam casos de dengue confirmados em Itápolis

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Além dos casos confirmados, há dezenas esperando resultado

dengue

Equipe do Controle de Vetores realiza operação contra a Dengue (arquivo PM)

Nesta segunda-feira, a Secretaria de Saúde municipal anunciou que 66 casos de dengue foram confirmados em Itápolis. Há centenas de outros esperando resultado.

Para que esse número não aumente ainda mais, cada um deve fazer a sua parte. Deixe as equipes do Controle de Vetores entrarem em sua residência para fazer o bloqueio de criadouros ou passarem a nebulização costal e quando o fumacê ocorrer nas ruas do seu bairro deixe as portas e janelas de sua residência abertas.

Inclusive, nesta terça-feira (9/4) o fumacê - caso não chova - acontece nos seguintes bairros:

✔Jardim Campestre ✔Residencial Itauera I ✔Jardim Santa Mônica ✔Jardim Paulistano ✔Jardim Paineiras ✔Alto da Boa Vista ✔Distrito Industrial I e II. O trabalho acontece das 8h às 10h e das 18h às 20h.

Você sabia que 80% dos criadouros do mosquito estão dentro de casa?

O mosquito Aedes aegypti vive dentro e ao redor das nossas casas. A fêmea espalha seus ovos por muitos lugares. Para garantir a saúde de sua família e vizinhos é necessário separar, apenas, 10 minutos por semana para verificar os locais onde o Aedes costuma colocar seus ovos, e assim interromper o ciclo de vida do mosquito. Fique de olho:

➡Galões, tonéis, poços, latões e tambores devem ser totalmente vedados, inclusive aqueles usados para água de consumo. A caixa d'água deve estar, totalmente, vedada para evitar a entrada de mosquitos.

➡Bandejas de ar-condicionado limpas impedem o acúmulo de água. Outra opção é descartar a bandeja. Evite também o acúmulo de água em bandejas de geladeira.

➡Calhas limpas, sem folhas e sujeira, evitam o acúmulo de água.

➡Os objetos que podem acumular água devem ser eliminados. Se isso não for possível, pneus devem ser guardados em locais cobertos e, as garrafas vazias, armazenadas com a boca para baixo.

➡Nos quintais e áreas de serviço, baldes virados com a boca para baixo evitam o acúmulo de água. Sempre que possível os pratos dos vasos de plantas com água devem ser eliminados. Como alternativa, os pratos podem ser completamente preenchidos de areia ou lavados, semanalmente, com bucha.

➡Ralos limpos e com aplicação de tela evitam a formação de criadouros do mosquito. Vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual devem ser tampados e ter água renovada semanalmente.

➡Plantas como bambu, bananeiras, bromélias, gravatás, babosa, espada de são jorge e outras semelhantes podem acumular água. A orientação é esvaziar a água, semanalmente, virando a planta ou jogando água corrente para renovar a água depositada.

➡Lonas usadas para cobrir objetos ou entulho precisam estar bem esticadas para evitar a formação de poças d'água.

➡Piscinas e fontes devem ser limpas e tratadas com produtos químicos específicos.

Não podemos esquecer que este mosquito transmite Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e até Febre amarela urbana.
No período das chuvas é indispensável que toda população redobre a atenção com os locais que possam se transformar em criadouros do mosquito.

É importante lembrar que as doenças: dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela urbana existem porque muitas pessoas deixam água parada em suas casas, quintais, calhas, lajes, terrenos baldios e porque jogam lixo em beira de rios e em áreas verdes.

Informações: Imprensa Prefeitura de Itápolis

Comente:

Compartilhe:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias

Novos Vídeos