Sem a perspectiva de imunizar toda a população de uma vez só, o Ministério da Saúde já discute critérios para priorizar determinados grupos numa eventual vacina contra a Covid-19. Especialistas apontam que, para essa decisão ser tomada, é preciso considerar que pessoas com mais risco devem estar no começo da fila. Essa estratégia, porém, diverge da divulgada pelo governo nesta semana.

A Caixa Econômica Federal libera nesta segunda-feira (10) o crédito dos novos saques do FGTS para os trabalhadores nascidos em julho. Os pagamentos serão feitos em poupança social digital da Caixa e, em um primeiro momento, os recursos estarão disponíveis apenas para pagamentos e compras por meio de cartão de débito virtual. Nesta etapa, poderão ser pagos até R$ 3,3 bilhões.

A Secretaria de Saúde informa que, neste domingo (09/08), o Município de Itápolis registrou, de acordo com o Protocolo do Ministério da Saúde, o seguinte quadro:
218 casos confirmados para COVID-19
114 pacientes curados
 96 pacientes em isolamento domiciliar, sendo monitorados pela Secretaria de Saúde
 02 pacientes internados, em leito de isolamento, na Enfermaria da Santa Casa
 01 paciente em Hospital Terciário
 05 óbitos confirmados

Um estudo publicado esta sexta-feira na revista Science Advances mostrou que países com vacina obrigatória para o bacilo Calmette-Guérin (BCG), que protege contra as formas graves da tuberculose, exibiram em geral taxas mais baixas de infecção e morte por Covid-19 durante o primeiro mês da pandemia em seus territórios.

Nísia Trindade Lima, presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) disse, neste sábado (1º), em entrevista ao RJ1, que acredita na eficácia da vacina contra a Covid-19 que está sendo desenvolvida na Universidade de Oxford em cooperação com a farmacêutica Astrazeneca. Numa escala de 0 a 10, ela deu nota 9,5 para a vacina.