Pastor Fernando sempre frequentou a concentração do Flamengo e costumava liderar cultos às vésperas dos jogos com alguns jogadores do elenco. Com a chegada de Luxemburgo, sua entrada no hotel foi proibida, sob a alegação de que poderiam querer levar pai de santo, padre e outros representantes de religiões.

Durante uma entrevista descontraída que relembrou os bons momentos no Tricolor, Richarlyson também teve que responder perguntas sobre situações delicadas que viveu no clube. Parte da torcida pegou no pé do jogador por causa de sua vida pessoal, mas ele preferiu dar a resposta com o seu desempenho dentro de campo, e disse que não pode ser julgado pelo que faz fora dele.