"Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor" - Jesus (1 Epístola de João). 

Há dois mil anos, Paulo de Tarso, o apóstolo escolhido por Jesus para levar a palavra de Deus aos gentios, assim disse: "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria...."

E foi o amor ao próximo que fez com que um grupo de voluntários se unisse, possibilitando a refeição diária na mesa de dezenas de famílias carentes de Itápolis. O grupo, formado por membros do Centro Espírita Nova Era, de Itápolis, distribui alimentos para que centenas de pessoas tenham com que se alimentar.

A ajuda é realizada há quase trinta anos, semanalmente. Porém, com a pandemia, voluntários se uniram ao grupo do Nova Era para arrecadar alimentos, ajudar na preparação da comida e hoje são servidos, diariamente, alimentos para os necessitados. As segundas, quartas e sextas-feiras, são distribuídas marmitas. As terças e quintas-feiras, sopa e legumes.

Os alimentos distribuídos são doados por empresas e produtores do município e levados ao Meimei, local onde são feitas as comidas e a distribuição.

DEVOÇÃO AO PRÓXIMO

Café da manhã realizado no Meimei em dezembro (foto: arquivo Meimei) . No local, atualmente, estão sendo distribuídos 150 marmitas diárias e cerca de 400kg de legumes e 200kg de sopa.

O grupo de voluntários atua há 29 anos ajudando famílias carentes do município de Itápolis. De acordo com a diretora  de Assistência e Serviço Social, Cleusa Maria Cazula Cardoso, para a manutenção da  Sociedade Assistencial são realizados eventos periódicos como confecção e venda de pizzas, massas, tortas, feijoada, bazar de artesanato e bazar da pechincha. Com pequena  parte das doações  de legumes que recebe, a Sociedade, através de suas voluntárias, confecciona ainda molho de tomate, geleias, doces e conservas cuja a renda  é revertida para a compra de alimentos que integram a cesta básica. A entidade conta ainda com alguns  colaboradores que  confiam em nosso trabalho de intermediação entre os que podem ajudar e os que precisam ser auxiliados,  promovendo a doação de alimentos, legumes, roupas, calçados e diversos  outros produtos que podem ser vendidos no bazar da pechincha a preços simbólicos que mantém a dignidade dos assistidos.

Semanalmente, a Sociedade Assistencial  recebe  aproximadamente de 10 a 15 caixas de legumes que são doados  por barracão de hortifruti  de Tapinas, de Vila Botelho  e  também pelo agricultor Anézio do Santos. Tais doações  são distribuídas  entre as quase 100  famílias cadastradas junto à Sociedade.    Recebe  ainda de empresas  colaboradoras de Itápolis e  Ibitinga, a doação de alguns  alimentos  que fazem parte da cesta básica.

Toda sexta-feira a partir das 7:00 h da manhã é realizado o café da manhã para aproximadamente 70 pessoas, com café, bolos, pão e leite. Em seguida, é realizada a distribuição das cestas de legumes (cerca de 6 kg por cesta) além da doação de 4 a  6 kg de sopa por família. (obs: o café da manhã está suspenso por conta da quarentena da pandemia).

São realizadas ainda visitas domiciliares para averiguar  a real necessidade  dos assistidos para doação de  cesta básica.

Cerca de 8  a 20 voluntárias se desdobram para realização das várias atividades  promovidas pela  entidade assistencial.  

Atualmente, por conta da crise pandêmica, houve alteração na realização dos trabalhos para proteção das voluntárias e dos assistidos.

Como se não bastasse toda a dedicação das voluntárias, por conta da  crise econômica ocasionada pela pandemia, um grupo de seis mulheres da nossa  comunidade se reuniu, estão angariando alimentos  entre amigos e,   (três) vezes por semana, se reúnem  no salão do Meimei para cozinhar, resultando na distribuição individual de aproximadamente 150 marmitas 3 (três) vezes por semana.

No salão Meimei no momento, estão sendo distribuídos no horário do almoço 150 marmitas diárias às segundas, quartas e sextas. Às terças e quintas a partir das 17:00 h, estão sendo distribuídos  entre 300 a 400 kg de legumes e 200 kg de sopa.


 Para se ter noção da importância do trabalho, em dezembro, durante a confraternização com as famílias assistidas, uma jovem, mãe de três filhos, pediu a palavra e disse: "Agradeço de coração esse trabalho. Tem dias que não temos um prato de arroz para dar pras crianças. Se não fosse pela ajuda que recebemos aqui, não sei o que seria de nós".

COLABORAÇÃO

Quem puder colaborar, envie doações, seja alimentos ou produtos de higiene, no MEIMEI, localizado na rua Orestes da Costa Sene Junior, 81, na Farmácia Santa Monica, localizada na Av. Sete de Setembro, 1500- Jardim Redenção, em horário comercial ou ligue para Camila (997017770) ou Carla (996035315), que elas irão buscar as doações.

Mais Lidas