Fique atento as dicas do NASF, CAPS e da Secretaria de Saúde sobre o suicídio

suicidio

• De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa se mata.

• O suicídio é uma tentativa desesperada de interromper um sofrimento intenso e contraditório.
• O suicida não quer morrer, quer somente acabar com sua dor.
• O comportamento suicida exerce um impacto emocional sobre todos.
• Ao contrário do que se imagina, falar a respeito do suicídio não cria a ideia na cabeça das pessoas.

Sinais de alerta
• Falta de esperança e propósito;
• Sentir-se um peso para os outros;
• Aumento no uso de álcool e outras drogas;
• Sentir-se isolado;
• Demonstrar raiva excessiva ou falar sobre vingança;
• Mudança extrema de humor;
• Piora no desempenho de atividades rotineiras;
• Comentários autodepreciativos constantes;
• Cartas de despedida;
• Doenças psiquiátricas;
• Histórico familiar de suicídio.

Como ajudar
• Ouvir a pessoa com pensamentos suicidas de maneira efetiva é o fator mais importante.
• Demostrar cuidado e afeição, não ignorar a situação.
• Focalizar no sentimento da pessoa, evitando julgamento ou tentando mostrar que seu problema é banal.
• Não fazer perguntas indiscretas.
• Remover os meios pelos quais a pessoa pode se matar.
• Procurar ajuda especializada.

Telefones úteis:

CAPS: 3262-5080
Centro de Valorização a Vida: 141
SAMU: 192

Imprensa Prefeitura Itápolis

Mais Lidas