corv

As polêmicas envolveram o árbitro Luiz Flávio de Oliveira. No primeiro tempo, quando o time tricolor vencia por 1 a 0, ele assinalou pênalti após toque de mão de Antonio Carlos. O zagueiro admitiu que acertou a redonda com o braço, mas negou que tivesse intenção. Depois, na segunda etapa, quando o São Paulo triunfava por 2 a 1, Luiz Flávio marcou outro pênalti para o Corinthians e ainda expulsou Álvaro Pereira. O uruguaio travou Paolo Guerrero dentro da área e alegou ter acertado primeiro a bola.

 

Os fatos controversos, porém, não se resUmiram ao que aconteceu dentro das quatro linhas. Antes do jogo, os torcedores são-paulinos provocaram a principal torcida organizada do Corinthians e chegaram ao estádio alvinegro com uma faixa que ironizava as "Gaivotas Fiéis". Já dentro da Arena, os corintianos responderam e, apesar do pedido da diretoria, entoaram gritos homofóbicos, chamando os tricolores de "bichas".

Polêmicas à parte, o Corinthians venceu e chegou aos 40 pontos, mantendo-se na quarta colocação do Campeonato Brasileiro. A desvantagem para o líder Cruzeiro, contudo, caiu para nove tentos. Já o São Paulo estacionou na vice-liderança, segue a sete pontos do time celeste e apenas um a frente do Internacional. Na próxima rodada, tanto Corinthians quanto São Paulo entram em campo na quarta-feira, às 22h (de Brasília). O time alvinegro vai a Florianópolis enfrentar o Figueirense, enquanto a equipe tricolor recebe a visita do Flamengo, no Morumbi. (Terra)

Mais Lidas