Com técnico novo e três reforços, Rubrão joga na Ilha do Retiro

elson oeste 2

O Oeste está de cara nova. Com 10 dias entre a última partida na Série B e o próximo compromisso, diante do Sport, em Recife, na próxima sexta-feira, o time de Itápolis teve tempo suficiente para entrosar os reforços com o elenco e o atual time com o novo treinador.

O comandante, Edison Só, afirma que a chance de comandar a equipe veio em um bom momento e espera aproveitar bem a competição de nível nacional.

– Surgiu a oportunidade, eu estava à disposição após o campeonato paulista, chegamos a um acordo e espero desenvolver um bom trabalho à frente do Oeste – afirmou.

Por parte dos atletas, as novidades são o volante Élson, que veio do Criciúma e foi campeão da Série B de 2003 pelo Palmeiras; e outros dois jogadores que eram do Verdão, mas saíram recentemente por empréstimo: o volante João Denoni e o atacante Emerson.

– Tive a felicidade de disputar um ano só. Foi em 2003, com o Palmeiras, e fui campeão. É um campeonato muito difícil, com campos irregulares, que o objetivo de todos é subir e a pegada é muito maior que a primeira divisão. Mas isso não vai ser problema, espero ajudar os companheiros – comentou Élson.

– Vieram falando aí que a equipe do Palmeiras estava com um elenco muito bom e muito cheio. Contrataram jogadores de qualidade e acabei perdendo espaço. Então, espero que eu consiga mostrar mais meu futebol e fazer bons jogos aqui e conseguir meu espaço no Palmeiras de novo – disse João Denoni, de olho no retorno ao Verdão.

Nova referência ofensiva do Oeste, o atacante Emerson se diz pronto para jogar e aproveitar chances que não estava tendo no antigo clube.
– Tive a oportunidade de vir para cá. Não pensei duas vezes. Tive ótimas informações sobre o Oeste e não estava tendo muitas chances no Palmeiras – disse Emerson.

Jheimy se recupera
O meia Jheimy, que sofreu um chute no rosto na partida contra o Icasa, passou por cirurgia na manhã desta segunda-feira, teve o osso da face reconstruído e tem expectativa de voltar ao time em 20 dias. (G1)

Mais Lidas