palmito 4

Cada porção do palmito pupunha tem em média 700 gramas e é vendida a R$ 8. (Foto: Reprodução / TV TEM)

A plantação de palmitos pupunha está fazendo produtores de Garça (SP) faturarem com a agricultura. A planta é cortada de seis em seis meses e brota durante 16 anos. Alvim Cirillo é um dos produtores de um dos alimentos mais valorizados na culinária. Há cinco anos, ele descobriu na lavoura uma forma de melhorar a aposentadoria e, atualmente, o negócio se tornou lazer.

palmi“Eu sou meio curioso nessas matérias de agricultura e o café estava dando pouca renda. Não estava dando para cobrir as despesas. Aí eu fui visitar umas plantações por aí e achei que isso aqui (palmito pupunha) dava e está dando resultado, dá pra ter um complemento de renda”, explica Cirillo.

Só um dos sítios de Garça produz 15 mil pés de palmito, o que resulta em aproximadamente 600 quilos do produto por mês. Os produtores também aproveitam tudo o que o palmito pupunha oferece. "O cacho, a polpa a gente faz a conserva que muita gente gosta e a castanha tira pra plantar, pra fazer as mudas, então aproveita tudo. Quando o pé fica velho, você aproveita pra fazer xaxim, corta em pedaços pra plantar orquídea. Então você não perde nada", conta o produtor.

Depois do plantio, em menos de dois anos a colheita pode ser realizada. Entretanto, para que o palmito pupunha seja branco e macio, a planta precisa de muita água. Como não chove em alguns períodos do ano, os produtores escolhem parar de roçar a lavoura.

Gonçalo Lima da Silva é funcionário de Cirillo e prepara o filho de sete anos para, futuramente, seguir no ramo. "Eu gosto desse serviço, já faz oito anos e eu corto rápido ainda", diz.

De acordo com o produtor, cada porção do palmito pupunha tem em média, 700 gramas e é vendida a R$ 8. O alimento também é fácil de comercializar. Ele não precisa passar pelo processo industrial e ser deixado em conserva.

Do G1

Mais Lidas