Ele teria sofrido agressão motivada por homofobia. Pedro foi visto apanhando e depois correndo sem rumo, antes de desaparecer.

homof

O ibitinguense Pedro Henrique de Oliveira, 28, que estava desaparecido desde a última segunda-feira,  foi encontrado com vida em um hospital de São Paulo, bastante ferido, após sofrer agressões brutais, por suposta ação homofóbica de vários homens. A informação foi postada nos Facebook pelo padre Julio Renato Lancellotte, da Pastoral de Rua de São Paulo, em seu perfil pessoal. Padre Julio ajudava na busca por Pedro desde terça-feira. Pedro é de Ibitinga, mas há algum tempo havia se mudado para São Paulo em busca de emprego.

O rapaz de 28 anos estava desaparecido desde que se envolveu em uma briga de bar, na Mooca, em São Paulo, na última segunda-feira (14) à noite. "Encontrei o Pedro Henrique. Falei com ele e ele chorou", resumiu o padre.

Testemunhas disseram a reportagem do SPTV que Pedro teria se envolvido na briga durante uma festa funk. A confusão teria sido motivada por homofobia. Ele foi visto apanhando e depois correndo sem rumo, antes de desaparecer.

“Pedro correu, já muito machucado, com o cabelo pingando sangue, e parou na Praça Kennedy, mas um grande grupo correu atrás. "Os caras rodearam ele e chutaram muito. Ele conseguiu fugir, atravessou a Radial Leste muito ensanguentado, mas o grupo foi atrás e um carro branco também, com uma moça e vários caras no veículo, um deles, com um taco de beisebol”, afirma o amigo Marcos Ramos, que registrava um boletim de ocorrência no 8º Distrito Policial do Brás/Belém, na manhã desta quarta-feira (16). (Com informações da EPTV)

Mais Lidas